CAMPEÕES DO TORNEIO NO CENTRO ENXADRÍSTICO MACHADO DE ASSIS

Beatriz Gusmao 3º, Marileila Nascimento 1º e Emyli Gabrieli 2º

 Resultado final após 5 rodadas
Rk.
NomeEloFED123456Pts. Des 1  Des 2  Des 3 
1
Dos Santos Marileila Nasciment1843BRA*111115.00.010.002.0
2
da Silva Emyli Gabrieli1879BRA0*11013.01.05.001.0
3
De Gusmao Beatriz Cavalcante1943BRA00*1113.00.04.000.0
4
Dos Santos Taiara Cordeiro1654BRA000*112.01.02.000.0
5
Lima Gabriela Nicacio1755BRA0100*12.00.03.001.0
6
Dos Santos Marilane Nascimento1805BRA00000*0.00.00.000.0

Allan Gadelha 3º,  Jayme Miranda 1º e João Paulo 2º
Partida inaugural entre a Srª Secretária de Esporte do Estado de Alagoas Cláudia Petuba x Srº Secretário de Esportes de Alagoas Antônio Moura


Solenidade de abertura da sala do CEMA.


DISCURSO OFICIAL DA SOLENIDADE DE ABERTURA



Excelentíssima Senhora Cláudia Petuba, Secretária de Esportes, Lazer e Juventude do Estado de Alagoas
Excelentíssimo Senhor Antônio Moura, Secretário Municipal de Esportes e Lazer da Prefeitura Municipal de Maceió
Ilustríssimos senhores Flávio Costa, Fábio Rocha e Yuri Miranda, Ex-presidentes da Federação de Xadrez do Estado de Alagoas
Demais autoridades
Amigos enxadristas, professores, técnicos e alunos de xadrez

A Federação de Xadrez do Estado de Alagoas vive um importante momento de consolidação institucional. Desde o ano passado está em curso uma ampla reforma administrativa que nos permitirá alcançarmos novas conquistas, capazes de projetarmos o nosso amado esporte em um patamar de destaque no cenário desportivo nacional.
Ao longo desse tempo a Federação deixou de ser um punhado de papéis e passou a contar com uma estrutura de suporte que mui raramente se vê no xadrez brasileiro. Adquirimos jogos de peças, tabuleiros, relógios, mesas, cadeiras, entre outros materiais, que nos permitirão receber os enxadristas alagoanos com certo grau de dignidade.  Todos os materiais pertencem a todos os enxadristas e devem ser motivo de zelo por parte de todos.
Recentemente, uma nova conquista no plano material foi conquistada, com a aquisição, por parte da Federação de 4 relógios digitais, que nos permitirão avanços de natureza técnica nos eventos de xadrez realizados em Alagoas. Esse material já se encontra no Brasil e em breve estará disponível aos enxadristas.
Outra conquista é o nosso website, www.fexeal.com.br, que nos permite uma comunicação mais institucional com os enxadristas e a sociedade. Nesse portal é possível aos interessados acessarem o nosso calendário anual de eventos e perceber que nesse ponto também avançamos consideravelmente. Hoje temos um calendário repleto de eventos e ao longo do ano vamos construindo a nossa galeria de campeões.
A Federação também tem buscado parcerias com as mais diversas instituições, de naturezas públicas e privadas, buscando fortalecer a nossa imagem institucional e nos tornando instrumentos reais de contribuição ao povo alagoano, na esfera que nos compete.
Por fim, ou pelo início de um novo ciclo de avanços, inauguramos hoje a nova sede da Federação, numa parceria de ganha-ganha com o Governo do Estado de Alagoas, por meio da Secretaria Estadual de Esportes, administração do Estádio Rei Pelé e esta Federação.
Nessa sala serão realizadas as mais importantes competições de xadrez do Estado de Alagoas, além de ser espaço de inclusão social e capacitação de árbitros, organizadores e enxadristas. É um espaço de todos e para todos. O uso da sala, mediante regulamentações simplificadas, está franqueado a todos que queiram desenvolver atividades relacionadas ao jogo de xadrez, tanto executadas por dirigentes da Federação quanto por qualquer interessado.
Há um longo caminho a percorrer até que essa sala esteja realmente consolidada como espaço da Federação. O primeiro passo foi dado: a sala nos foi entregue em regime de concessão de uso, fizemos as reformas estruturais necessárias à adaptação à nossa realidade e, a partir de hoje, nos cabe a utilização de forma racional e produtiva.
Juntos e irmanados construiremos o amanhã, com um olho nos avanços técnicos e institucionais do nosso esporte e com o outro na inclusão social, mola mestra de toda a atividade esportiva. Queremos grandes competições e conquistas, mas não podemos fechar os olhos aos mais necessitados, sob o risco do trabalho ficar sem norte e sentido. Faremos do nosso esporte algo grande quando ele estiver acessível a todas as camadas da sociedade e quando ele estiver contribuindo direta ou indiretamente para a supressão da pobreza e para os avanços sociais.
Jogar xadrez é bom, com muitos é melhor ainda, com todos é fundamental. Gens Una Sumus.